Graduação

Ciências Econômicas

Sobre o curso

Analisar dados e fazer prognósticos exigem mais que conhecimentos técnicos. É preciso combinar a orientação teórica específica com uma sólida formação histórica. Assim, além de matemática financeira, estatística e econometria, o currículo traz disciplinas que ensinam a interpretar as diversas correntes do pensamento econômico e a entender a evolução econômica e social brasileira e internacional. A carga de leitura, em português e línguas estrangeiras, é grande. É exigida uma monografia no fim do curso. Prepare-se para aguçar seu senso crítico, a fim de acompanhar os seminários e participar dos debates em sala de aula sobre as idéias das diversas escolas econômicas.

Fonte: Guia do estudante 


NDE - Núcleo Docente Estruturante

O Núcleo Docente Estruturante - NDE- é composto pelo coordenador e por docentes do curso de Ciências Econômicas. O objetivo principal do NDE é auxiliar o Colegiado do Curso de Ciências Econômicas na consolidação do Projeto Pedagógico de Curso de acordo com a legislação vigente.

O NDE está constituído por docentes de elevada formação e titulação, contratados em tempo integral e parcial, que trabalham a organização didático-pedagógica do Curso: construção e acompanhamento do projeto pedagógico do curso; acompanhamento dos resultados no ensino-aprendizagem do projeto pedagógico; revisão das ementas e conteúdos programáticos; indicação de cursos a serem ofertados em nível de atividade complementar como forma de nivelar o aluno ingressante ou reforçar o aprendizado; propor ações em prol de melhores resultados no ENADE; criação, implantação e manutenção dos grupos de trabalho e pesquisa; criação e implantação de projetos de extensão e de atividades interdisciplinares; e atendimento aos discentes. 

Colegiado de Curso


A coordenação didática do Curso de Ciências Econômicas  está a cargo do Colegiado do Curso, constituído pelos docentes que ministram disciplinas do currículo do curso, pelo Coordenador do Curso e por um representante do Corpo Discente. 

Os diferenciais do economista formado pela FASAR:

  • Ampla base cultural e visão sistêmica que possibilitam melhor identificação e compreensão das variáveis que interferem na atividade econômico-financeiro da empresa em seu contexto local e global; 
  • Capacidade de tomada de decisões e resolução de problemas numa realidade diversificada e em constante transformação;
  • Habilidade analítica, visão crítica e competência para adquirir novos conhecimentos; 
  • Olhar aprofundado para o futuro; 
  • Foco estratégico e capacidade de planejamento; 
  • Facilidade de trabalho em equipe multidisciplinar.   
Mercado de Trabalho

O economista é um profissional imprescindível para que as empresas de qualquer porte, setor ou nacionalidade entendam o mercado em que estão situadas e saibam exatamente como vencer os desafios e a concorrência.              
O profissional de economia tem senso crítico apurado e capacidade para diagnosticar, resolver problemas e acompanhar o processo de constante transformação do mundo globalizado.