Graduação

Turismo

Sobre o curso

O currículo inclui várias disciplinas da área de Ciências Humanas como História, Geografia e Português, além das matérias específicas como planejamento turístico. As atividades práticas ganham atenção especial nessa graduação. Nelas, o aluno aprende a organizar passeios e eventos e a implantar e administrar empresas do setor hoteleiro e turístico.  

O curso na FASAR  

O Curso de Turismo da Fasar possui qualidade reconhecida e atestada por órgãos como o MEC, a SETUR e o IER, graças a sua excelente estrutura, a qualidade do seu corpo docente e os inúmeros projetos de pesquisa e extensão, em que alunos e professores se envolvem com os programas de desenvolvimento local e regional, promovendo a qualificação do turismo em todos os setores da sociedade.              
Para quem deseja permanecer na região, a Fasar prepara profissionais que atuam em mais de 30 municípios da microrregião do Alto Paraopeba, Vale do Piranga e Alto Rio Doce, todos situados no âmbito de abrangência do Programa Estrada Real, com alto potencial de desenvolvimento do turismo rural, ecoturismo, turismo histórico cultural, aventura e negócios. Além disso, a região onde o turismólogo, formado pela FASAR,atua abrange três circuitos turísticos, dois municípios patrimônios culturais da humanidade (Ouro Preto e Congonhas), empresas como a Companhia Vale do Rio Doce, Companhia Siderúrgica Nacional, Guerdau-Açominas, todas com demanda por turismólogos dispostos a desenvolver o turismo de negócios, eventos comerciais e tecnológicos.  

O mercado de trabalho   

O mercado para o bacharel encontra-se aquecido diante do bom desempenho do setor. De 2003 a 2007, o crescimento médio do turismo no país foi de 15% ao ano. As opções de colocação se diversificaram: além de trabalhar na tradicional área de hotelaria, em que ocupa cargos de gerência e coordenação, os profissionais têm sido contratados por operadoras para elaborar propostas de produtos turísticos, pensando o roteiro, os custos e a viabilidade dos projetos. Institutos de pesquisa, que estudam políticas públicas para incentivar o turismo no país, também absorvem o bacharel. 

NDE - Núcleo Docente Estruturante 

O Núcleo Docente Estruturante - NDE- é composto pelo coordenador e por docentes do curso de Turismo. O objetivo principal do NDE é auxiliar o Colegiado do Curso de Turismo na consolidação do Projeto Pedagógico de Curso de acordo com a legislação vigente.O NDE está constituído por docentes de elevada formação e titulação, contratados em tempo integral e parcial, que trabalham a organização didático-pedagógica do Curso: construção e acompanhamento do projeto pedagógico do curso; acompanhamento dos resultados no ensino-aprendizagem do projeto pedagógico; revisão das ementas e conteúdos programáticos; indicação de cursos a serem ofertados em nível de atividade complementar como forma de nivelar o aluno ingressante ou reforçar o aprendizado; propor ações em prol de melhores resultados no ENADE; criação, implantação e manutenção dos grupos de trabalho e pesquisa; criação e implantação de projetos de extensão e de atividades interdisciplinares; e atendimento aos discentes. 

Colegiado de curso

A coordenação didática do Curso de Turismo está a cargo do Colegiado do Curso, constituído pelos docentes que ministram disciplinas do currículo do curso, pelo Coordenador do Curso e por um representante do Corpo Discente. 
Atividades complementares 
As atividades complementares são concebidas para propiciar ao aluno a oportunidade de realizar, em prolongamento às demais atividades do currículo, uma parte de sua trajetória de forma autônoma e particular, com conteúdos diversos que lhe permitam enriquecer o conhecimento propiciado pelo curso de graduação. 
Algumas atividades realizadas pelos alunos do curso de Turismo da FaSaR: 
  • Participação em congressos, eventos e seminários; 
  • Visitas técnicas; Monitorias; 
  • Projetos desenvolvidos juntamente com a comunidade.